Poeta Vinícius de Moraes é revisitado na Roda de Poesia neste sábado

b5fae9850247d78704ce0ed5a8757d63O poeta Vinícius de Moraes (1913-1980), autor de versos que têm atravessado gerações com a mesma doçura e lirismo, é tema da próxima Roda de Poesia na Biblioteca  Joaquim de Castro Tibiriçá (Rua Quintino Bocaiúva, s/n – Praça da Ópera Salvador Rosa, Bonfim), neste sábado, 27 de janeiro, a partir das 14h30. A atividade, com entrada gratuita, é aberta a todos os interessados.
No bate-papo serão revisitadas a vida e obra de Vinícius de Moraes e seu legado à cultura brasileira. Quem nunca cantarolou “Eu sei que vou te amar por toda a minha vida” ou se surpreendeu com “Era uma casa muito engraçada não tinha teto/ não tinha nada” ou até mesmo repetiu e repetiu os versos “São demais os perigos desta vida/Pra quem tem paixão” e os famosos “Que não seja imortal, posto que é chama/ Mas que seja infinito enquanto dure”.
Sobre ele, disse Carlos Drummond de Andrade: “Vinicius é o único poeta brasileiro que ousou viver sob o signo da paixão. Quer dizer, da poesia em estado natural.  Eu queria ter sido Vinicius de Moraes”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s