Operação Verão começa para reduzir riscos decorrentes de temporais

Até 31 de março, a Defesa Civil de Campinas irá realizar a Operação Verão 2017/2018, que tem por objetivo adotar medidas necessárias à redução dos riscos de desastres e, sobretudo, minimizar as consequências das chuvas fortes e temporais, recorrentes neste período.

 O trabalho envolve uma ação multidisciplinar de oito secretarias municipais que compõem o Comitê Gestor. Cada um executa sua tarefa visando aumentar a resiliência das comunidades para evitar as ocorrências graves durante o período de maior precipitação pluviométrica do ano.

Uma das medidas adotadas pela Defesa Civil este ano para minimizar os riscos de enchente em Campinas foi aderir ao sistema de alertas de risco de desastres naturais direto no celular. Os interessados se cadastram e recebem os alertas, gratuitamente, por mensagem de texto (SMS).

O aviso antecipado, segundo o órgão, pode ajudar a salvar vidas em casos de chuva forte, enchentes, deslizamentos, incidência de raios e outros fenômenos meteorológicos.

Quem quiser se cadastrar pode mandar uma mensagem de texto para o número 40199, colocando o CEP no assunto. Com isso, o cidadão passará a receber os avisos assim que a Defesa Civil detectar uma situação de risco que está dentro da área do CEP indicado.

Campinas Resiliente

No ano passado, a cidade lançou o site Campinas Resiliente, disponível para todas as pessoas interessadas em acompanhar os alertas recebidos pela Defesa Civil. O site pode ser acessado no endereço https://resiliente.campinas.sp.gov.br/ .

 No site “Campinas Resiliente”, o cidadão terá acesso a informações como alertas de temperatura e imagens de radar. Poderá acessar também os dados do SOS-Chuva, aplicativo que prevê eventos severos e raios em curto prazo, por meio do radar de dupla polarização instalado na Unicamp.

O diretor da Defesa Civil de Campinas, Sidnei Furtado, explica que o site Campinas Resiliente abriga, ainda, alertas da Defesa Civil do Estado, do Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Nacionais (Cemaden), boletins do Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (DAEE), aviso de risco meteorológico, rede telemétrica (rios Atibaia, Jaguari, Capivari), sensor de alagamento de Sousas, entre outro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s